Área de Assinantes
Pesquisa:
RSS
Secções
Edição de 24-11-2022

Arquivo: Edição de 01-12-2011

Opinião

Página 4
Nos últimos tempos têm sido muitas as situações que colocam políticos e ex-políticos no centro de escândalos, que vêm abalar a já frágil confiança que os portugueses têm na classe política.

Quentes e Boas...

O Sabujo de Soajo
Abílio Ribas

Conto
A Arriba (II)
Maria Paula T Q Barros Pinto (Continuação do nº anterior) Os minutos escorriam como a chuva pela vidraça. Cada vez estava mais certa de que o projeto a três não era o sonho que poderiam viver: a Aurora, ela e o Jorge. E como explicar-lhe isto? O Jorge, numa atitude muito masculina disse que para ele estava tudo bem, a decisão teria de ser delas. Era de homem, sacudir a água do capote. Afinal o que tinha ele a perder? Ganhava duas mulheres apaixonadas numa idade em que muitos estão sós e esquecidos, se alimentam de fantasias ou frequentam prostitutas. Ele, homem de sorte, tinha duas mulheres lindas, inteligentes, sexy, talentosas, que o queriam. Se elas se “entendiam”? Oh, fenómeno dos deuses, ainda mais lhe espicaçava a libido, era o sonho de qualquer homem.

Crónica
O passeio
Paula Castro Freire Novembro! Depois de uns dias de temporal vem um dia de sol tão maravilhoso que fica difícil de descrever. Está quente, sem vento, sem nuvens, nenhuma contrariedade faz deste dia um dia menos bom, está perfeito! A luz é dourada e onde pousa tudo brilha como ouro, as folhas são douradas, os campos verdejantes de tanta chuva também parecem dourados, os riachos que se multiplicam por tanta água ter caído do céu também estão dourados. E os pássaros a fazerem com que isto que escrevo pareça uma grande babuseira também voam dourados enquanto chilreiam. As florinhas também! Mentira! Era para tornar mesmo isto pirosito, não há flores, estamos em Novembro.

(C) 2007 Notícias dos Arcos | Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.